Neste site h√° censura pura e dura, para anti-touradas!!!
Data/Hora: s√°bado nov 25, 2017 2:04 am

Os Hor√°rios s√£o TMG




Criar Novo T√≥pico Responder a este T√≥pico  [ 7 mensagens ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: segunda jul 28, 2003 1:14 pm 
Desligado
Novilheiro
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jun 06, 2003 12:11 pm
Mensagens: 94
Pedrito enfrenta toiros da divisa portuguesa de Murteira Grave, de procedência Jandilla, ao lado dos matadores espanhóis Eugénio de Mora e Martin Quintana, no primeiro dia de feira, a 15 de Setembro do corrente ano.

_________________
Suerte Maestro!


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: sexta set 26, 2003 1:43 pm 
Desligado
Novilheiro
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jun 06, 2003 12:11 pm
Mensagens: 94
Pedrito esteve em bom plano, tendo obtido ova√ß√£o no seu 1¬ļ toiro e cortado uma orelha no 2¬ļ.

_________________
Suerte Maestro!


Topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: sexta set 26, 2003 11:23 pm 
Desligado
Aficionado

Registado: quinta set 25, 2003 12:33 am
Mensagens: 6
Sendo 1 aficionado aos toiros e particularmente ao toureo apeado, o verdadeiro na minha opini√£o, considero que este aspecto da festa, t√£o pouco acarinhado no nosso pa√≠s, vive de facto momentos dif√≠ceis (se √© que porventura alguma vez foram felizes), dos quais 1 poss√≠vel recupera√ß√£o devera ser meramente ut√≥pica! Este portugalzinho das touradas nada tem de facto, que ver com a Espanha da aficcion e das corridas de toiros devido a inumer√°veis aspectos que n√£o iriam caber aqui nesta curta, singela mas esfor√ßada opini√£o. Num pa√≠s onde o toureo apeado nunca foi encarado como toureo, a aficion ser√°, para n√£o lhe chamar nada pior, sofr√≠vel. Com efeito, salvo rar√≠ssimas excep√ß√Ķes, √© demasiado raro encontrar numa pra√ßa de toiros quem entenda a beleza est√©tica de uma boa faena apeada por parte de um matador de toiros a um quadr√ļpede desta esp√©cie. N√£o se touream c√° toiros na verdadeira acep√ß√£o da palavra, os animais cornupetas que c√° se lidam tendem a n√£o passar de novilhotes (para n√£o os apelidar de nada mais ofensivo) que n√£o servem a nenhum dos interessados: p√ļblico, matador e ganadero; n√£o contentes com tal, os matadores, sim, porque √© a estes que esta situa√ß√£o de facto interessa, ainda se tornam os grandes respons√°veis pelo afeitamento das armas dos "bichos" (hastes) o qual √© absolutamente gritante em qualquer corrida apeada no nosso pa√≠s.
Entrando agora pelo tema que me levou a passar esta opini√£o a escrito, mais grave considero ainda o facto do nosso principal matador (e digo principal por ser o que mais se tem destacado nos √ļltimos tempos, apesar de nem sempre pelas melhores raz√Ķes) se negar a competir com os seus pares, ou seja, a desejar apenas pactuar com corridas mistas (cavaleiro+matador), nas quais n√£o existe qualquer tipo de competi√ß√£o. Pedrito sempre agiu como 1 "menino mimado" que sujeitou o pa√≠s a 1 falta de respeito durante bastante tempo ao, escudando-se na impossibilidade dos toiros serem devidamente picados, se recusar a actuar no nosso pa√≠s. Mais, Pedrito recusou-se ate a este ano de partilhar cartel com 1 dos nossos (√ļnicos) matadores capazes de lhe dar alguma luta em termos art√≠sticos (a poss√≠vel), o Jos√© Lu√≠s Gon√ßalves, para passar a ser tristemente apelidado de o "torero das tias". Tudo isto at√© n√£o estaria muito mal se Pedrito actuasse regularmente e triunfasse onde se faz carreira no toreo apeado, ou seja, em Espa√Īa! Mas nem isso, as actua√ß√Ķes de Pedrito na p√°tria de "nuestros hermanos" contam-se pelos dedos das m√£os (uma s√≥) e j√° h√° algum tempo que s√£o realizadas em pra√ßas menores, as chamadas "plazas de pueblo"; eis que Pedrito se vira ent√£o para a Am√©rica Latina, Venezuela essencialmente, de onde surgem noticias de √™xitos retumbantes (?) mas os quais n√£o chegam a ter qualquer dimens√£o em terras ib√©ricas. Longe v√£o os tempos da Maestranza Alexandre Pedro...
Em resumo, temos ent√£o o nosso principal matador resumido a algumas corridas em Portugal nas quais participa porque √© apoderado por um senhor muito importante (para o nosso panorama) que lhe permite estatuir as mais variadas exig√™ncias aos nossos j√° de si pouco aficionados empres√°rios (salvo raras excep√ß√Ķes), a actuar em pouqu√≠ssimas corridas em Espanha pela m√£o de 1 torero retirado de alguma import√Ęncia e depois o centrar da sua carreira longe de onde poderia ter √™xitos sonantes. E √© deste modo que surge o acontecimento mais relevante que a carreira de Pedrito de Portugal tem nos √ļltimos tempos: a morte √† espada de 1 toiro de Conde Cabral na Feira da Moita.
Mesmo para o nosso pa√≠s, torna-se verdadeiramente triste que 1 torero apenas seja conhecido pelo facto de ter actuado contra a lei e de por isso ter sido condenado ao pagamento de 1 san√ß√£o pecuni√°ria relativamente elevada. Ap√≥s a feira da Moita onde tal facto teve lugar temos depois (este presente ano) de novo Pedrito, de novo numa corrida mista a protagonizar 1 verdadeiro espect√°culo de circo (tr√°gico-c√≥mico) que envolve supostas l√°grimas e tudo, em que o p√ļblico grita "matalo" e pedrito empunha o estoque para tal (confesso que a minha j√° de si pouca admira√ß√£o para com Pedrito ficou de facto por baixo) mas sem porem voltar a concretizar tal situa√ß√£o (felizmente digo eu). Se cada vez que nesta terra 1 matador agisse como Pedrito agiu na feira da Moita o ano passado a sr¬™ Ministra das Finan√ßas teria raz√£o para dar gra√ßas pelo facto de haver "corridas" em Portugal, dado em todas no fim das lides todo o publico gritar "matalo" ou ent√£o "mata o boi". Mas enfim, de tempos a tempos temos 1 verdadeiro artista que protagoniza 1 situa√ß√£o de sorte suprema nas nossas arenas. Pedrito n√£o √© nem original, nem t√£o pouco 1 bom actor, limita-se apenas a agir segundo os par√Ęmetros de 1 falta de aficcion que cada vez mais grassa entre os nossos supostos "aficcionados"! √Č mesmo meu crer que o maior entusiasta de Pedrito no nosso meio taurom√°quico ser√° o senhor ganadero da ganaderia de Conde Cabral, dado Pedrito, tal como Moura j√° nos habituou fazer com outras ganaderias, exigir sempre a presen√ßa dos seus astados nas suas lides.
Desde que me conhe√ßo como "tentativa de bom aficcionado" que ou√ßo que os bons toreros v√™m-se nos toros menos bons ou mais dif√≠ceis de torear. Em Portugal n√£o, temos o caso do Jo√£o Moura, que esta numa posi√ß√£o em que o seu passado lhe permite exigir exig√™ncias (perdoe-se-me o pleasmo) que sempre lhe s√£o satisfeitas e depois temos o Pedrito que actua como se estivesse num mesmo patamar. Ris√≠vel no m√≠nimo... Cada vez que penso em Pedrito penso tamb√©m que gra√ßas a Deus que Espa√Īa √© j√° aqui ao lado!

E chega de criticas a quem nem t√£o pouco mas merece....

Que Dios reparta suerte
Jo√£o Honrado


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: segunda set 29, 2003 12:37 am 
Desligado
Novilheiro
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jun 06, 2003 12:11 pm
Mensagens: 94
√Č com agrado que vejo mais um elemento registado neste f√≥rum a participar - nomeadamente na sec√ß√£o do toureio apeado.

Começo por congratular-me com as primeiras palavras que li,

jmgh Escreveu:
Sendo 1 aficionado aos toiros e particularmente ao toureo apeado, o verdadeiro na minha opini√£o

Partilho desta opini√£o, e julgo ser esta frase o mote de partida para algumas extrapola√ß√Ķes e reflex√Ķes que se devem efectuar a este respeito.
Nos dias de hoje - em meu entender - um aficionado do toureio apeado que viva em Portugal, vive sequestrado e condenado a ter que fazer milhares de Km/ano a caminho do país vizinho para alimentar o seu gosto, o gosto de ser aficionado.
Sequestrado porquê?
Pela incompetência , pelo mau gosto, e mais grave que tudo, pela inércia dos auto-denominados entendidos do mundo tauromáquico.
A minha visão do toureio apeado em Portugal é uma visão céptica, tão céptica que já não deixa quase espaço para a ilusão de outros tempos de glória. O toureio apeado em Portugal já morreu há muito tempo, podem continuar a efectuar corridas mistas, podem chamar cá algumas figuras para tourearem uma ou até duas vezes por temporada, mas a verdade é sempre a mesma, o toureio apeado em Portugal é uma farsa, e irá continuar a ser por muito que isso custe...
O melhor que se pode fazer e o melhor contributo a dar ao toureio apeado √© apenas um, √© as pessoas deixarem de tapar o sol com a peneira e assumirem os factos reais. √Č assumir que sem a sorte suprema √© impens√°vel ter toureio apeado digno desse nome - j√° para n√£o referir outros aspectos como a sorte de varas e toda a org√Ęnica da pr√≥pria fiesta. Do meu ponto de vista s√≥ haver√° um caminho para ressuscitar o toureio apeado em Portugal, √© devolver a dignidade do mesmo aos aficionados Portugueses, e para tal o caminho √© √°rduo mas a ilus√£o √© sempre a √ļltima a morrer e pode ser que um dia as pessoas se apercebam disso.
√Č claro que nem todos s√£o assim t√£o distra√≠dos para n√£o conseguirem chegar a estas conclus√Ķes, o que se passa √© que h√° muito boa gente a quem n√£o interessa que se devolva a dignidade ao toureio apeado, mas tenham calma, h√° espa√ßo para todos, e no final a qualidade √© como o azeite, vem sempre ao de cima.
Sobre o toureio a cavalo em Portugal também teria muito a dizer e nomeadamente a criticar, mas ficará para outra oportunidade e na secção respectiva do fórum.
Para não me alongar muito mais vou apenas argumentar em relação a alguns aspectos e criticas que foram feitas pelo caríssimo jmgh em relação a um torero Lusitano.

jmgh Escreveu:
Pedrito sempre agiu como 1 "menino mimado" que sujeitou o país a 1 falta de respeito durante bastante tempo ao, escudando-se na impossibilidade dos toiros serem devidamente picados, se recusar a actuar no nosso pais.

Estou em perfeito desacordo. O Alexandre Pedro tem todo o direito e legitimidade em bater-se pela sorte de varas no nosso país, aliás era o que outros colegas de profissão dele deviam fazer, mas outros interesses se levantam...
A sorte de varas em Portugal j√° foi uma realidade, hoje em dia n√£o o √©, e enquanto n√£o voltar a ser implantada nunca se ter√° um toureio apeado que os aficionados merecem. Em termos t√©cnicos a sorte de varas √© indispens√°vel, evitando que os toiros levantem em demasia a cabe√ßa possibilitando assim uma investida do toiro - humilhando - sendo drasticamente diferente a possibilidade de entrar a matar como todo o desenrolar do √ļltimo t√©rcio. Estes s√£o apenas alguns aspectos, outros poder√£o ser aprofundados caso se tenha interesse nisso.
Continuando,

jmgh Escreveu:
Pedrito recusou-se ate a este ano de partilhar cartel com 1 dos nossos (√ļnicos) matadores capazes de lhe dar alguma luta em termos art√≠sticos (a poss√≠vel), o Jos√© Lu√≠s Gon√ßalves, para passar a ser tristemente apelidado de o "torero das tias"

O que √© ser torero das tias? Acho que algu√©m anda a ver muito corazons corazons ser√° o Jesul√≠n de Ubrique ou o Rivera Ord√≥√Īez tamb√©m toreros de tias? Enfim...
Em relação ao J.L. Gonçalves, querer comparar este denominado matador de toiros com o Alexandre Pedro é querer comparar o incomparável, os currículus de cada um falam por si...
Mas já que se fala em J.L.Gonçalves tenho que dizer que se há homem que não nasceu para ser matador de toiros, então um deles é este senhor. - Mas esta é somente a minha opinião -

Continuando,
jmgh Escreveu:
as actua√ß√Ķes de Pedrito na p√°tria de "nuestros hermanos" contam-se pelos dedos das m√£os (uma s√≥)

Vou tentar n√£o me alongar muito em termos de considera√ß√Ķes de ordem cronol√≥gica mas julgo ser obriga√ß√£o minha repor a verdade dos factos.
Como todos sabemos o Alexandre Pedro foi dos mais promissores Novilheiros Lusos contempor√Ęneos e como matador a historia fala por si mesma, vejamos s√≥ algumas temporadas:
Ap√≥s dois anos passados em rela√ß√£o √† sua alternativa, Pedrito realizou 34 corridas em Espanha tendo cortado 35 orelhas, ainda nessa temporada realizou uma faena hist√≥rica na monumental da cidade do M√©xico cortando 4 orelhas e levando os aficionados mexicanos ao del√≠rio. Na temporada de 1999 realizou 25 corridas em Espanha tendo cortado 30 orelhas e um rabo. Mais recentemente tem actuado em Portugal - nas condi√ß√Ķes que sabemos - e obtido diversos √™xitos, alguns descritos inclusive neste f√≥rum - . Estes foram apenas alguns exemplos do vasto curriculum do Alexandre Pedro, se for caso disso apresentar-se-√£o outras refer√™ncias.
Continuando ainda,
jmgh Escreveu:
Se cada vez que nesta terra 1 matador agisse como Pedrito agiu na feira da Moita o ano passado a sr¬ļ Ministra das Finan√ßas teria raz√£o para dar gra√ßas pelo facto de haver "corridas" em Portugal,

Nessa noite houve um toureiro que restituiu a dignidade ao toureio apeado em Portugal e mais concretamente na Moita e s√≥ tem que ser enaltecido por tal acto. Quanto aos problemas pecuni√°rios que tal acto acarretou nunca ouvi o Pedrito a pedir dinheiro a ningu√©m, por isso n√£o se preocupem com dinheiros de outr√©m. √Č pena mais uma vez constatar na altura alguns colegas de profiss√£o de Pedrito a criticarem o acto e a apelida-lo como um acto de marketing. Assim vai a classe dos matadores de toiros em Portugal .... dominada pela inveja...
Em vez de criticarem o Alexandre Pedro deviam era ser medianos bandarilheiros em vez de continuarem a ser medíocres matadores de toiros.

Por ora julgo que já me alonguei em demasia. Foi apenas a opinião de alguém que se interessa pela arte e emoção do toureio apeado.
A troca de argumentos é sempre de salutar e a festa só tem a ganhar com isso...

_________________
Suerte Maestro!


Topo
 Perfil  
 
 Assunto da Mensagem:
MensagemEnviado: quinta out 30, 2003 10:48 am 
Desligado
Novilheiro
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jun 06, 2003 12:11 pm
Mensagens: 94
O matador de toiros portugu√™s Alexandre Pedro ‚ÄúPedrito de Portugal‚ÄĚ, far√° a sua temporada 2004 em territ√≥rio mexicano, deixando de lado o continente europeu. A sua equipa ser√° guarnecida pelos empres√°rios Joaqu√≠n Guerra e Juan Arturo Torreslanda que tem no seu leque de apoderamentos o rejoneador espanhol Pablo Hermozo de Mendoza.
Noticia 6Toros6

_________________
Suerte Maestro!


Topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: sexta nov 13, 2009 10:09 pm 
Desligado
Banderilheiro

Registado: s√°bado set 26, 2009 2:23 am
Mensagens: 47
Os anti Pedrito já cansam. O que vale é que o publico está-se nas tintas e vai enchendo as praças em que aquele príncipe das arenas toureia. O resto são cantigas.


Topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: segunda out 11, 2010 3:01 am 
Desligado
Banderilheiro

Registado: s√°bado set 26, 2009 2:23 am
Mensagens: 47
2010 que √© feito do Pedrito? Toureou uma √ļnica vez nos A√ßores. Algu√©m sabe por anda este pr√≠ncipe das arenas?


Topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo T√≥pico Responder a este T√≥pico  [ 7 mensagens ] 

Os Hor√°rios s√£o TMG


Quem est√° ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
cron
Toureio Sol e Sombra Touro Bravo Cavalonet
Grupo TauromŠquico Sector 1 Taurodromo Touro e Ouro Naturales Tauromaquia
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por phpBB Portugal