Neste site há censura pura e dura, para anti-touradas!!!
Data/Hora: sábado nov 18, 2017 4:36 am

Os Horários são TMG




Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 3 mensagens ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: quinta dez 10, 2009 11:19 pm 
Desligado
Ganadero
Avatar do Utilizador

Registado: quinta set 10, 2009 4:45 pm
Mensagens: 920
Imagem

_________________
"Não há grandeza onde não há verdade"


Topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: quinta dez 10, 2009 11:31 pm 
Desligado
Ganadero
Avatar do Utilizador

Registado: quinta set 10, 2009 4:45 pm
Mensagens: 920
Imagem

_________________
"Não há grandeza onde não há verdade"


Topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: sábado dez 12, 2009 7:30 pm 
Desligado
Ganadero
Avatar do Utilizador

Registado: quinta set 10, 2009 4:45 pm
Mensagens: 920
in http://opiriquita.no.sapo.pt/pracadetoiros.html

Citar:
Praça de Toiros José Marques Simões

Atravessando o Jardim Municipal, encontra-se a praça de toiros de Arruda.

Antes desta existiu uma outra praça de madeira, mas os sinais da sua existência diluiram-se no tempo. Apenas uma ou outra velha foto testemunham a sua existencia.

A actual praça foi inaugurada no ano de 1925, cuja construção foi impulsionada pela então chamada Uniao Tauromáquica Arrudense – sociedade anónima registada a 10 de Outubro de 1922, no Cartório Notarial de Arruda. A União teve como fundadores: Jose Vaz Monteiro. Armando Munhoz Bastos da Fonseca, Joaquim Jose de Azevedo e Silva, Armando Augusto de Azevedo e Silva, Antonio Alexandre Luiz Louro, Augusto da Silva Nunes Guedes, Salvador Alexandre Leal, Feliciano Augusto de Mendonça, Augusto Vaz Monteiro, Tito de Bourbon e Noronha, Antonio Bernardo de Miranda, Diniz Martins Coelho Lobo, Joaquim Soares e Inácio do Nascimento (representante da Camara Municipal). Nos estatutos da União Tauromáquica Arrudense, lê-se: “Os fins são manter uma praça de toiros em terreno para esse fim, cedido pela Camara Municipal, no campo da feira. Prover o seu acabamento e a sua conservação e explorando-a quer directamente, quer por cedência a outra entidade, constando que se salvaguarde a realização anual de duas corridas tauromáquicas por ocasião da feira anual de Junho e uma por ocasião da festa de Agosto, nesta vila quando se realizarem.” (…) “A sociedade deverá por tempo indeterminado e enquanto puder, manter a praça em estado da realização de corridas tauromáquicas.” (…) “O capital social é de treze mil e oito-centos escudos, constituído por acções de dez escudos cada uma, podendo haver titulos de uma, cinco, dez, vinte, cinquenta e cem acções. O capital poderá ser ampliado se se reconhecer insuficiente para o acabamento da praça de toiros.” (…) “Haverá uma direcção e um concelho fiscal, aquela de cinco membros e este de três membros, eleitos de entre os sócios e servindo por três anos.”

Entretanto, como proprietária, a Camara Municipal reconstruiu a praça no ano de 1961, passando a ter capacidade para 2790 espectadores. Era então presidente José Marques Simões. Apesar de hoje muitos aficionados desconhecerem, pois não está identificada, a praça passou a levar o nome de “José Marques Simoes”.

Embora não existam registos do cartel inaugural, sabe-se apenas que a corrida da reinauguração – a 24 de Setembro – presidiu o Dr. Osório Vaz, Governador Civil de Lisboa. A então revista anual “Vida Ribatejana” acompanhou a corrida: “Praça à cunha! Lidaram 8 bravos toiros do sr. Julio Borba, os cavaleiros João Núncio, D. Francisco de Mascarenhas e David Ribeiro Telles e os amadores José Samuel Lupi, José Barahona Núncio e José Maria Cunha e Carmo; os espadas Marcelo Acosta, mexicano, Eduardo Abularach, da Guatemala, e o vilafranquense Joaquim Barroca. O Grupo de Forcados Amadores de Santarém, capitaneados por Rhodes Sérgio, pegou os toiros destinados à lide a cavalo. Foi uma boa tarde de toiros, a de 24 de Setembro de 1961, na nova praça de Arruda dos Vinhos.”

Actualmente, as tradicionais datas taurinas estao integradas na festa maior da terra – 16 e 17 de Agosto. Pelo tauródromo arrudense já passaram as principais figuras nacionais do toureio a cavalo e do toureio a pé. Os espectáculos são agora maioritariamente corridas à portuguesa. A praça “José marques Simões” é hoje uma referência no mês de Agosto!


Imagem
Imagem

_________________
"Não há grandeza onde não há verdade"


Topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico Responder a este Tópico  [ 3 mensagens ] 

Os Horários são TMG


Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
cron
Toureio Sol e Sombra Touro Bravo Cavalonet
Grupo Tauromáquico Sector 1 Taurodromo Touro e Ouro Naturales Tauromaquia
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por phpBB Portugal